Associação Médica de Goiás - AMG

Educação
Continuada

A assistência ao doente mental no rumo certo

Publicado em : 27/02/2018

22 de dezembro de 2017: um marco na história da assistência psiquiátrica no Brasil. Neste dia, o Ministério da Saúde publicou a Portaria nº 3.588, que inicia um redirecionamento da política de assistência ao doente mental obedecendo fielmente a Lei nº 10.216/2001.
 
Antes disso, nos últimos 30 anos, nenhum avanço nas políticas públicas de assistência psiquiátrica no Brasil havia ocorrido. Pelo contrário, apenas retrocessos liderados por uma militância ideológica de não-médicos que ocupou a Coordenação de Saúde Mental do Ministério da Saúde e promoveu a desassistência no Brasil.
 
Por acreditarem que o paciente psiquiátrico não é doente e sim diferente; e que ele não necessita de tratamento e sim de cuidados, promoveram uma progressiva exclusão do médico do sistema público de assistência psiquiátrica e o fechamento de leitos especializados, quando o correto seria qualificá-los.
 
O Brasil retrocedeu à psiquiatria religiosa e policial, abandonando a científica que conta com recursos terapêuticos altamente eficientes. Todos sabemos que o diagnóstico precoce de uma doença mental e o rápido início do tratamento farmacológico melhora muito o prognóstico do paciente.
 
Nesse longo período de exclusão do psiquiatra da assistência, o prejuízo para os doentes mentais foi de grande significado para as suas vidas e de suas famílias.
 
Sem a chance do diagnóstico nem do tratamento precoce, o paciente foi condenado ao livre curso da doença e à consequente e irreversível deterioração. A experiência de programas de assistência ao doente mental elaborados por “filósofos”, alicerçados em premissas falsas e com excessiva ideologização, foi desastrosa para o País.
 
Os pacientes esperam que a lição tenha sido aprendida, pois essa construção precisa ter: a colaboração de secretários estaduais e municipais de Saúde, que conhecem de perto o caos reinante na assistência psiquiátrica e são cobrados diretamente pela população; a participação dos psiquiatras, que detêm o conhecimento técnico; e a atuação dos profissionais de saúde que compõem a equipe psiquiátrica, com muito a contribuir.
 
Mas, fundamentalmente, a assistência psiquiátrica deve ter um coordenador sério, com conhecimento da área, experiência na assistência e obstinado.
 
O Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) propõem diretrizes para um modelo de assistência integral em saúde mental no Brasil, documentado por meio da Resolução nº 1952/2010.
 
É basilar que o paciente receba o atendimento que necessita e não aquele que o sistema tem disponibilidade. E, para isso, em cada um dos serviços, a equipe psiquiátrica deve ser completa e contar com médico psiquiatra (coordenador), médico clínico, enfermeiro, assistente social, psicólogo, farmacêutico, nutricionista, terapeuta ocupacional, educador físico e profissionais de nível médio.
 
A característica interprofissional da equipe psiquiátrica garante a assistência global ao paciente, na qual os aspectos biológicos, psicológicos e sociais são considerados, observando-se o modelo médico.
 
Assim, é imprescindível que sejam feitas avaliações objetivas capazes de aferir com segurança os resultados de cada serviço seguindo os instrumentos de avaliação consistentes e tecnicamente, desenvolvidos pelo CFM por meio de seu Departamento de Fiscalização, os quais deveriam ser observados pelos gestores na área da Saúde Mental.
 
Nesse processo, é importante que os envolvidos na assistência ao doente ofereçam sua contribuição para que tenhamos êxito. Aquele que quiser se opor às ações que vem sendo realizadas pelo psiquiatra Quirino Cordeiro, atualmente à frente da Coordenação de Saúde Mental do Ministério da Saúde, precisa primeiro cegar os olhos da própria consciência.
 
Nesse momento, em que o país passa por um grave contexto socioeconômico e político, com intensa piora nas mazelas da saúde, prejudicando pacientes e profissionais, precisamos abraçar a causa em defesa da segurança e nos organizar para melhorar a saúde de nossa população, muito sofrida e carente de sua maior expectativa: ter uma saúde de qualidade.
 
Salomão Rodrigues Filho é médico psiquiatra, conselheiro do Conselho Federal de Medicina e do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás

Artigos

A verdadeira prevenção

19/03/2018
No discurso de abertura do 1.º Congresso Internacional de Práticas Integrativas e Saúde Pública, no Rio de ...

Pátria amada Brasil!

Por Pedro Honorato Pinheiro, ginecologista-obsteta 25/04/2017
O Brasil não está tão triste pelo que está acontecendo agora. O triste é ver que depois de 517 anos ainda ...

Muito mais do que promessas

Por José Hiran da Silva Gallo - Diretor do Conselho Federal de Medicina (CFM) e Doutor em Bioética 21/03/2017
Infelizmente, vivemos num mundo onde sonho e realidade nem sempre convivem de forma harmônica. Todos gostariam que a desigualdade social ...

Autonomia da mulher na hora do parto

22/02/2017 Por José Hiran da Silva Gallo - Diretor Tesoureiro do Conselho Federal de Medicina
O princípio da autonomia é um dos pilares da Bioética contemporânea. Sua relevância atual é ...

Reflexões sobre o sistema penitenciário brasileiro

Por José Hiran da Silva Gallo - Diretor do Conselho Federal de Medicina (CFM) e Doutor em Bioética 14/02/2017
A tragédia que atingiu recentemente vários presídios brasileiros, onde centenas de homens foram mortos numa guerra de ...

Medicina do futuro

Por Waldemar Naves do Amaral, Prof. do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina da UFG eTenente Coronel Médico da Polícia Mi 01/02/2017
A Medicina do Futuro está embasada em duas condições bem claras: 1º mudança do olhar populacional ...

Zika –mito ou realidade?

Por Waldemar Naves do Amaral, ginecologista-obstetra e professor da Faculdade de Medicina da UFG 10/03/2016
A evidência na medicina e na saúde têm uma conotação direta com a ciência, que é a verdade ...

A situação de transplantes em Goiás

Por Dr. Luciano Leão Bernardino da Costa - Gerente da Central de Transplantes da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás 15/09/2015
A história dos transplantes em nosso estado tem seu início no então Hospital Geral do INAMPS, onde se realizou o primeiro ...

Informativo sobre a permuta dos imóveis de propriedade da AMG por unidades autônomas no Órion Business & Health Complex

18/03/2015
Por decisão unânime tomada pelos membros da Diretoria da Associação Médica de Goiás, cuja ...

CAIS: até quando fugir do problema?

Por Dr. José Umberto Vaz de Siqueira, presidente da Associação Médica de Goiás 15/12/2014
Acordamos, nos últimos dias, com os jornais da capital estampando em suas principais páginas manchetes sobre o fechamento de ...

Porque os médicos devem se manifestar politicamente

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 11/06/2014
O Governo brasileiro tem chicoteado a categoria médica nos últimos anos, tentando sempre nos imputar o ônus do caos instalado ...

Urnas eleitorais são nossa esperança por uma saúde justa e digna

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 04/02/2014
O ano de 2014 carregará, em seus meses, grandes acontecimentos em nosso país. Receberemos, em território brasileiro, a maior ...

SUS é desfalcado por desperdícios, insuficiência de recursos financeiros e péssimas condições de trabalho do médico

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 02/12/2013
Cerca de 70% dos discentes da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás NÃO pretendem trabalhar na ...

Diante da ganância pelo poder, a fé e o amor de quem dá a vida pela Medicina.

Por Dr. José Umberto de Vaz Siqueira 28/10/2013
Quando eu estava com 15 anos de idade, comecei a pensar  que queria ser médico. Naquela inocente adolescência de 30 anos ...

18 de outubro, Dia do Médico.

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 21/10/2013
"Eu juro, por Apolo médico, por Esculápio, Hígia e Panacea, e tomo por testemunhas todos os deuses e todas as ...

Contra a desmoralização do sistema de saúde brasileiro.

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 21/10/2013
Em recente pronunciamento do ministro das Relaçãos Exteriores, Antônio Patriota, ficou constatado o interesse do governo ...

Das capitais para o interior.

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 21/10/2013
  Na última década, o número de médicos brasileiros cresceu 21,3%, índice superior ao aumento da ...

Diagnósticos equivocados de Dilma Rousseff.

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 21/10/2013
Se a saúde pública brasileira fosse paciente da presidente Dilma Rousseff, certamente estaria em estado terminal. São ...

Falta investimento do Governo à saúde.

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 21/10/2013
Classe médica defende o Saúde + 10, movimento nacional que busca a coleta de assinaturas para um Projeto de Lei de iniciativa ...

Para onde vai nossos crescentes tributos?

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 21/10/2013
  Insatisfação. No dicionário, significa falta de contentamento. Mas levada à realidade, a palavra traduz o ...

Pelo direito à vida.

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 21/10/2013
O aborto é a expulsão de um embrião ou de um feto antes do final do seu desenvolvimento e viabilidade em ...

Plano de Carreira para médicos é fortaleza para o Sistema Único de Saúde.

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 21/10/2013
  No dia 10 de setembro, o deputado Eleuses Paiva (DEM/SP), relator na Comissão Especial destinada a proferir parecer sobre a ...

Quem não deseja o reconhecimento?

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 21/10/2013
  “Para exercer a Medicina com honra e dignidade, o médico necessita ter boas condições de trabalho e ser ...

Quer engravidar? Não conte com o Governo.

Por Dr. Rui Gilberto Ferreira 21/10/2013
  Segundo a Organização Mundial da Saúde, a infertilidade afeta de 8% a 15% da população brasileira. ...
voltar
Associação Médica de Goiás - AMG