Associação Médica de Goiás - AMG

Notícias
 

Compromisso da equipe e infraestrutura adequada foram fundamentais para o sucesso do 1º transplante de fígado em Goiás

Publicado em : 07/08/2018

Uma notícia para ser comemorada e marcada na história da Medicina goiana: no dia 19 de julho de 2018 aconteceu o primeiro transplante de fígado do Estado, realizado no Hospital Estadual Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG). Liderada pelo Chefe do Serviço Estadual de Transplantes Hepáticos, Claudemiro Quireze Júnior, a equipe composta pelos cirurgiões do aparelho digestivo Lúcio Kenny Morais, Edmond Raymond Le Campion, Matheus Castrillon Rassi e pela hepatologista Patrícia Souza possui uma particularidade que torna o feito ainda mais especial: todos são médicos que atuam em Goiânia.

Professor Associado do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina da UFG e Presidente do Colégio Brasileiro de Cirurgia HepatoPancreato Biliar, Claudemiro Quireze Júnior conta como foi toda a preparação para a realização desta cirurgia pioneira e como a sintonia entre os membros da equipe contribuiu para que o procedimento fosse realizado de forma tão segura e eficaz.

Médico graduado pela Universidade Federal de Goiás, com residência em Cirurgia do Aparelho Digestivo, o médico dedicou seus anos de pós-graduação, tese de mestrado e doutorado em Fígado, especificamente no tratamento da Síndrome de Isquemia e Reperfusão, fenômeno comum nas cirurgias e transplantes. Em 2007, fez pós-doutorado na Universidade da Califórnia, em São Francisco. Dedicou sua carreira a Cirurgia do Aparelho Digestivo e a Cirurgia HepatoPancreato Biliar. Hoje, realiza cirurgias de alta complexidade nesta área, boa parte delas oncológicas, além do transplante de fígado.

Confira:

 

PREPARAÇÃO

“Houve um tempo de preparação que não se resume exclusivamente na preparação médica, mas também às credenciais do Hospital. A unidade adquiriu equipamentos permanentes como material cirúrgico, sistema de infusão de líquido, aquecimento e monitorização.

No princípio de 2018, esta estrutura foi vistoriada pelo Sistema Nacional de Transplantes, órgão do Ministério da Saúde. Após esta vistoria, o Hospital recebeu uma portaria de funcionamento que autorizou a listagem do paciente receptor. Foi neste contexto que tivemos contato com o paciente, que havia uma cirrose hepática, grande causa da necessidade de um transplante de fígado. O paciente teve oportunidade de fazer exames durante um período que havíamos recebido alguns equipamentos que permitiram começar efetivamente os procedimentos operatórios”.

EQUIPE GOIANA

“O trabalho é fruto de uma equipe dedicada. Conto com o auxílio dos cirurgiões do aparelho digestivo Lúcio Kenny Morais, Edmond Raymond Le Campion, Matheus Castrillon Rassi e da hepatologista Patrícia Souza. Uma equipe considerada pequena, mas muito dedicada. Trabalhamos de forma afinada. Perseveramos no mesmo objetivo já há bastante tempo. Procuramos sempre nos pautar em uma conduta ética. Exatamente por isto, acredito que demoramos, ou melhor, optamos por não precipitar o processo sem que tivéssemos condições mínimas de trabalho.

 

Os cirurgiões do aparelho digestivo Claudemiro Quireze Júnior, Edmond Raymond Le Campion, Matheus Castrillon Rassi, Lúcio Kenny Morais e a hepatologista Patrícia Souza junto ao paciente

 

 

Também quero destacar a participação da equipe de Anestesia que atende no Serviço durante o transplante, coordenada pelo médico José Fernando Folgosi.

De todos os desafios, o primeiro é encontrar pessoas que partilham objetivos comuns. Segundo está a perseverança. Não é apenas fazer o transplante, mas como fazer o transplante. As pessoas com quem você iráse associar, o tipo de infraestrutura que se tem à disposição são fundamentais.

Nossa equipe é composta de médicos atuantes em Goiânia. Isto me deixa muito satisfeito. Sempre contamos com ajuda de Instituições com experiência em transplantes, o que nos permite  acesso ao aprimoramento técnico e científico. O grande pioneiro dos transplantes de fígado, Prof. Thomas Starzl, fez o primeiro transplante em 1963. Nosso transplante aconteceu 50 anos depois do primeiro transplante de fígado no Brasil, no Hospital das Clínicas de São Paulo.

Acredito que nossa equipe se preparou do ponto de vista técnico, elaboramos os nossos protocolos e agora estamos implementando o serviço“.

INFRAESTRUTURA

“O HGG merece nosso respeito, pois foi ousado e investiu em infra-estrutura. O procedimento é de alta complexidade. Ele move o hospital em outras áreas não necessariamente da operação em si, exige muito em exames complementares, em rapidez na disponibilidade destes exames, uma UTI dedicada, um Centro Cirúrgico que permite a agregação de novas tecnologias. Acredito que o primeiro transplante foi a prova de que é possível realizar procedimentos deste porte em Goiás. O hospital está preparado e possui a intenção de manter não apenas a cirurgia, mas um programa, o que é diferente. Ter um hospital que faz o transplante é diferente de se ter um Centro Transplantador.

Na instituição, jáforam feitos mais de 100 transplantes renais em um passado recente, e agora aumentam a complexidade dos transplantes. Ouvimos que existe uma meta de mais transplantes de órgãos na instituição o que aparentemente faz com que ela desponte como um Centro Transplantador em nossa região. É bom fazer parte disto. São objetivos que acontecem simultaneamente”.

CONTINUIDADE

“Não é nossapretensão a soberba. Sabemos que temos que ter cautela. Nestes primeiros meses, nossa pretensão é manter os tratamentos em pacientes eletivos. Acredito que gradualmente irá ampliar o atendimento, com um ambulatório estruturado, bem preparado, dentro da rede do SUS. Todos estes pacientes são referenciados, são formais dentro do SUS, motivo de grande alegria. De fato, conseguiremos contribuir para a vida destas pessoas que precisam da rede pública e infelizmente quando precisavam do transplante tinham que ir para outros centros”.

IMPORTÂNCIA DA DOAÇÃO DE ÓRGÃOS

“É importante lembrar sobre um aspecto fundamental para que o transplante acontecesse, que é a doação de órgãos. Acredito que seja justo dizer a importância da equipe neste processo, pois trabalhamos de forma árdua para conquistarmos o objetivo final que era o transplante de sucesso. Mas houve a necessidade de alguém doar os órgãos. Enquanto o  paciente comemorava, havia uma família enlutada. Por isso, temos um respeito profundo por este doador e sua família, pois foi graças a esta pessoa doadora que o fígado e outros órgãos com os rins puderem ser transplantados”.

PRIMEIRO DE MUITOS

“Este é o nosso objetivo. Estamos preparados, motivados, sobretudo, e queremos crescer com responsabilidade e respeito. Entendemos que são doentes muito graves. A distribuição dos fígados acontece com critérios de gravidade. É natural que em algum tempo teremos pacientes cada vez mais graves. Nos desdobraremos para que todos sejam tratados da melhor forma possível. Esperamos que tenham bons resultados em longevidade e qualidade de vida”.

REALIZAÇÃO

“Estou feliz com este resultado. Convivi com grandes dificuldades em minha carreira. No início do meu treinamento, me lembro que para se realizar um transplante passavam-se dois dias trabalhando. Vivi estas experiências ainda jovem e hoje percebo que temos uma técnica mais apurada. Estou satisfeito. Pessoalmente é uma granderealização”.

REPRESENTATIVIDADE

“Quero dividir esta realização com os outros médicos de Goiás. É um privilégio grande dar esta notíciaà Associação Médica do meu Estado, principalmente quando se tem uma equipe genuinamente goiana realizando a cirurgia”.

 

 

Notícias

SBM-GO e SGGO convidam para o evento Laser e Terapias Não Hormonais no Climatério

11/06/2019
A Sociedade Brasileira de Mastologia - Regional Goiáss e a Sociedade Goiana de Ginecologia e Obstetrícia realizarão no dia 28 ...

SBD-GO realiza campanha Dermatologia em Ação com atendimentos gratuitos à sociedade

10/06/2019
A Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Goiás, em parceria com a Secretaria de Saúde de Goiás ...

Campanha Fogos de Artifício orienta a população sobre os riscos de traumas

07/06/2019
Começou temporada de festas juninas e, com ela, o espetáculo dos fogos de artifício. Mas é preciso ter cuidado, pois a ...

Ciclo de palestras Suicídio: é possível prevenir destaca fatores de risco entre a classe médica e a importância da espiritualidade na prevenção deste

05/06/2019
A Associação Médica de Goiás promoveu hoje, 5 de junho, a primeira edição do ciclo de palestras ...

II Congresso Goiano de Infectologia promete ser único e inovador

05/06/2019
A segunda edição do Congresso Goiano de Infectologia ocorrerá de 27 a  29 de junho, em Goiânia, e promete, de ...

Inscrições encerradas: SUICÍDIO: É POSSÍVEL EVITAR?

22/05/2019
Carregando…

ALERGOIÁS acontecerá nos dias 14 e 15 de junho. Inscreva-se!

09/05/2019

SBC-GO convida para XXIX Congresso Goiano de Cardiologia

07/05/2019

Participe do Curso em Microcirurgia Reconstrutiva e Trauma

06/05/2019

Revista Goiana de Medicina Abril 2019

30/04/2019

Carta de apoio aos colegas de Jataí

30/04/2019
Colegas de Jataí e região, Recebam a solidariedade da Associação Médica de Goiás. Estamos ao lado de ...

Coloproctologia elege presidente da Sociedade Brasileira 2023

29/04/2019
No dia 25 de abril, a Sociedade Goiana de Coloproctologia (SGCP) se reuniu, na sede da Associação Médica de Goiás ...

6º Endo Centro-Oeste acontecerá no período de 20 a 22 de junho

26/04/2019

Parceria: Curso Gestão de Clínica da Fasam com 12% de desconto em todas as mensalidades

22/04/2019

Sociedade Goiana de Gastroenterologia convida para o V Congresso Brasil Central

27/02/2019

Associados da AMG possuem descontos especiais no curso de inglês WiseUP

25/02/2019
A Associação Médica de Goiás, em parceria com a WiseUP, oferece  40% de desconto na mensalidade para ...

Conquista médica: Ipasgo quitará dívida com prestadores de serviços de saúde até 6 de fevereiro

25/01/2019
O presidente do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás (Ipasgo), Sílvio Antônio ...

SBP lança campanha de sensibilização para prevenir gravidez precoce

24/01/2019 Agência Brasil
A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) lançou, no dia 24 de janeiro, uma campanha para engajar, sensibilizar e fortalecer a ...

SGGO realiza 44ª edição de sua tradicional Jornada de Ginecologia e Obstetrícia

22/01/2019
Entre 29 e 31 de maio, a Sociedade Goiana de Ginecologia e Obstetrícia promoverá a 44ª edição da Jornada Goiana ...

OMS lista 10 principais ameaças à saúde em 2019

21/01/2019
Fonte: Organização Mundial da Saúde   O mundo está enfrentando vários desafios na área da ...

Estamos de mudança!

10/01/2019
A partir do dia 7 de janeiro de 2019, a Associação Médica de Goiás estará instalada em sua nova sede, no ...

BOAS FESTAS!

20/12/2018

Leia aqui a Edição Especial 2018 do Jornal da Associação Médica de Goiás

17/12/2018

Programa MAIS MÉDICOS: Não vamos aceitar esta sabotagem com o povo brasileiro

20/11/2018
Diante as últimas notícias sobre a saída dos médicos cubanos das terras brasileiras e dos Programas Mais ...
voltar
Associação Médica de Goiás - AMG